DAR E RECEBER, princípios para um bom casamento.

formacao 1600x1200 a perfeita unidade do casal e cultivada pela oracao - DAR E RECEBER, princípios para um bom casamento.

Existem pontos institucionais de cada relacionamento a dois que poderiam fazer a diferença na vida de centenas de outros casais, chegamos a essa constatação depois de avaliar a história de algumas dezenas de casais que tivemos a oportunidade de conviver e aconselhar.

Você já deve ter observado que existem casais que tem “tudo” para serem felizes, mas não conseguem, por outro lado, o grupo dos que falta “tudo” e conseguem manter um equilíbrio conjugal. Mas qual o segredo?

Essa pergunta sempre nos incomodou em busca de resposta, por isso nos sentimos motivados a pesquisar os dois grupos e chegamos a seguinte conclusão: casamento como uma aliança exige dos cônjuges uma relação de troca mútua.

Dar para receber, esse é o segredo dos que conseguem uma relação permanente e duradoura.
Faça uma experiência a partir de hoje com seu cônjuge, dedique-se em tudo por uma semana para agrada-lo, mas não revele sua intensão e a dinâmica que está fazendo, apenas faça.
Todo ser humano que tenha controle de suas faculdades mentais gosta de ser agradado, e esse princípio agrega na nossa capacidade de se relacionar dentro do casamento.

Infelizmente nascemos em uma cultura que ainda ensina que o casamento é uma fonte de felicidade, e que devemos casar para sermos felizes, então já entramos nesse negócio de forma errada.
Quem casa para ser felizes, se afogará no mar do egoísmo e terá como parceiro íntimo à frustração.
Deveríamos ensinar as pessoas que relacionamento conjugal é local para aprendermos a fazer o outro feliz, isso sim é relacionamento.

“Deveríamos ter prazer em ser útil a quem amamos. Usamos coisas para desfrutar de pessoas, quando esse princípio é invertido, o relacionamento perde sua sustentação”.

Júnior Fanticelli
passeio fotografico gramado canela terra turismo pacotes serra gaúcha - DAR E RECEBER, princípios para um bom casamento.

Quando você casa e só pensa em você, que tipo de casamento está construindo? Você não se casou, apenas mora em baixo do mesmo teto, e finge na rua ser uma pessoa casada.
Casamento é espaço de transformação pessoal, é onde a menina evolui para mulher, o rapaz torna-se homem e com isso na construção diária vem a maturidade e com ela o desejo de fazer o outro feliz a todo instante.

Mas como posso fazer meu cônjuge feliz? Utilizando-se da RENÚNCIA, essa é a palavra mágica de um bom relacionamento conjugal.
– Marido renuncie o jogo de futebol uma vez por mês para dar atenção a ela.
– Esposa renuncie a novela para dar atenção a ele.
– Marido renuncie todos os domingos na casa da mamãe para leva-la a um restaurante.
– Esposa renuncie a preguiça e o feminismo radical e faça um jantar bem caseiro para vocês.
– Marido renuncie a vida de solteiro agora que está casado.
– Esposa renuncie a greve de sexo.
– Marido e esposa renuncie a vocês mesmo pelo bem estar um do outro.

Dar e receber no relacionamento a dois não pode tornar-se uma moeda de troca ou mesmo você viver tomando nota do que fez ao outro para na primeira esquina da crise lançar tudo na “cara” do outro.
É uma questão de doação, você escolheu essa pessoa para casar-se, agora se doe a ela, invista nela, leve-a a níveis de maturidade que ela mesma tenha capacidade de se auto avaliar e ver o quanto valeu apena renunciar e dar para receber.

DAR E RECEBER, princípios para um bom casamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topo