Casamento não é Prisão

Mesmo com todos os ataques, sobre tudo, daqueles que não obtiveram êxito seu casamento, entender o relacionamento conjugal como uma prisão é no mínimo concordar que ele é uma desgraça.

Algumas pessoas moldadas pela força doentia do ciúme, fazem com que seu par sinta-se como se ao invés de ter alcançado um novo ciclo na vida, estivesse agora diante uma grade conhecida como, o próprio cônjuge.

Casamento é um ato de libertação onde homens e mulheres se descobrem, onde o partilhar da vida é visto como uma forma de expressar tudo aquilo que sonhava enquanto na casa dos pais. Daí para frente nossos sonhos podem ser postos em prática, agora, saio do campo do sonho para o real, porque o meu par é verdade e posso com ele vislumbrar o alegre amanhã.

Por suas atitudes, pode você mesmo detectar se esta sendo a grade que aprisiona seu cônjuge observe, por exemplo:

  • A Bíblia ensina que o “o homem deve deixar pai e mãe e unir-se à sua mulher”, (Gn 2,24 – Mt 19) porém não se pode exigir do outro, o abandono dos pais para suprir sua necessidade de ficar perto o tempo todo, nem muito menos abandonar o mundo para dar atenção só ao seu universo.
  • Todos precisamos de um tempo á sós, para refletir, pensar, organizar as ideias e partilhar com pessoas que confiamos.
    Se no seu ponto de vista uma vez que a pessoa casou-se ela deve cortar (nunca mais ter qualquer contato) todas as antigas relações (amizades, colegas e conhecidos), provavelmente você não será feliz em seu casamento, nem muito menos deixará que o outro seja feliz.

Devemos sim priorizar o relacionamento, mas a esposa também deve ter suas horas de sair com as amigas para conversar, trocar ideias, rever as amigas que ainda estão solteiras, ir ao salão e principalmente fazer atividades que possam resultar positivamente no bem estar dentro de casa.

Da mesma forma o esposo, sair para jogar bola, caminhar, passear, conversar com velhos amigos e etc… tudo isso deve estar presente em um relacionamento saudável, se na sua casa ir até a oficina com seu vizinho apenas para acompanha-lo é motivo para semanas de brigas, é hora de ligar o alerta da “prisão”, porque algo esta errado.

Agora o que eu e você não podemos esquecer é que tudo pode e deve ser feito com responsabilidade, se o futebol é de segunda à sexta, reveja, se o chá das amigas é todo o dia, reveja.

Tudo ao seu tempo, casamento não é uma prisão, mas sua ignorância e falta de bom senso pode tornar-se uma prisão emocional para você mesmo, onde todos são suspeitos de querer tocar no que é seu, e te leva a cometer erros que podem nunca ser reparados.

Liberte-se, abra as portas para uma saudável vida à dois.